quinta-feira, 26 de junho de 2014

MUNDIAL 2014 - Grupo D 3ª Jornada


GRUPO D - 3ª Jornada

Costa Rica 0-0 Inglaterra - A Costa Rica passar este grupo em 1º lugar é algo tremendo. A Costa Rica passar o grupo e poupar Bolaños e Umaña contra  Inglaterra, limitando-se a gerir o jogo e a rir do futebol patético dos ingleses não tem preço. Quando vi o 11 e vi o Ross Barkley, aquele que para mim é o melhor médio inglês da actualidade, tive esperanças numa despedida em grande. Mas o Roy Hodgson estava derrotado e nem se dignou a analisar o futebol praticado pela Costa Rica. A equipa apresentou-se naturalmente desmotivada e Sturridge, dos poucos que tentou salvar a equipa de se afogar ainda mais, não conseguiu concretizar nenhuma das várias oportunidades que teve. Navas foi mais uma vez gigante entre os postes das balizas deste país. Uma triste despedida para Gerrard e Lampard. Tenho pena de ver estes dois monstros abandonar desta forma a selecção.

Itália 0-1 Uruguai - Emoção... Que jogão! Tivemos direito ao menu completo... Só faltou o cafézinho Balotelli que se lesionou e não regressou do intervalo. As equipas encaixaram desde início, jogando no mesmo sistema de 3-5-2 e tornou-se muito complicado para os seus avançados criarem perigo. Cavani e Suárez perceberam que explorando o espaço de Pirlo e Verrati conseguiriam trazer alguma coisa para o jogo e foi por aí que surgiram as poucas chances dos uruguaios. Mas na baliza estava um gigante que fez aqui provavelmente o seu último jogo num mundial: Buffon. Apesar de não se despedir em grande a exibição de Buffon foi muito boa, com algumas defesas fantásticas a parar Suarez. À sua frente os 3 fiéis mosqueteiros juventinos iam garantindo a qualificação à squadra azzurra. Tudo mudou quando o árbitro considerou uma entrada perigosa de Marchisio como sendo uma agressão. O Uruguai ganhou novo ânimo mas nem assim conseguia espartilhar os italianos. Foi pela cabeça de Godin, o herói de Camp Nou, que o Uruguai deitou a mão ao 2º posto do grupo e conseguiu a qualificação. Mas não ficaríamos satisfeitos se não tivessemos um bocadinho também de Suarez... A mordidela ao Chiellini é só mais um momento polaroid para juntar à colecção deste Mundial. Vão ter que desembaraçar mais um bocadinho de fio, daqui a bocado já não têm espaço para tantas fotografias épicas no cordelinho da marquise.

Sem comentários:

Enviar um comentário