quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Porque é que a Premier League não é a melhor liga do mundo?


Só um parvo ou um tolinho acreditaria que conseguiria jogar melhor à bola do que o Thierry Henry ou o Alessandro Nesta. Eles são simplesmente diferentes de qualquer pessoa normal. São atletas soberbos abençoados com técnica e atributos. Treinador é outra conversa: qualquer um se imagina como treinador. Aliás, todos nós poderíamos representar o papel de um já que os traços necessários são mentais e não físicos. A abilidade de um Gerard Houllier ou de um Alberto Zaccheroni está escondida da nossa vista, tal e qual como o trabalho que eles fazem. O trabalho de um treinador é uma vez revelado: nós só vemos o reflexo dele no campo e esse reflexo é canalizado através de 11 homens. 

Em Itália ser treinador é visto como uma profissão que necessita de estudo e aprendizagem. Em Inglaterra, por outro lado, parece que muitos encaram a abilidade para se gerir e treinar como algo inato, não como algo que necessite de ser aprendido, quer seja por uma experiência em clubes de ligas inferiores ou até por cursos de treinador. 

Nos últimos 10 anos estrangeiros têm gerido os 5 principais clubes ingleses (78% de treinadores estrangeiros). A Itália produz mais treinadores de topo que a Inglaterra. Porquê? Sempre pensei que fosse pelo caminho escolhido para se chegar ao lugar de treinador de futebol.

O background não é muito diferente. Normalmente os treinadores costumam ser antigos profissionais e alguns deles até antigos internacionais pelas suas selecções. Uma das grandes diferenças entre Inglaterra e Itália tem a ver com o momento em que se tornam treinadores de topo. Enquanto que em Itália, na maioria das vezes, têm que fazer uma longa aprendizagem, em Inglaterra chegam a essas posições muito novos e para quem vê de fora, chega a ser chocante a própria ideia do player-manager. 

Em média um treinador italiano tem que passar 7 anos em divisões inferiores enquanto que um treinador inglês, quanto muito, passa 3 ou 4 anos. Isto prova que os clubes em Inglaterra investem pouco na experiência dos seus treinadores.

                                                              Gianluca Vialli / Gabriele Marcotti - The Italian Job (2013)

Porque é que a Premier League, indubitavelmente a liga que melhor espectáculos nos oferece, não é a melhor liga do mundo? Porque é que as selecções inglesas, apesar dos seus jogadores jogarem ao lado dos melhores do mundo, não ganham nada? Porque é que os clubes ingleses na Europa são humilhados?

Liga dos Campeões:
2014/15 - Zero equipas nos QF da Champions
2013/14 - Chelsea nas meias. Man Utd eliminado facilmente pelo Bayern nos QF. Chelsea borrou a cueca para eliminar o PSG. Eliminados pelo Atletico nas meias.
2012/13 - Zero equipas nos QF da Champions
2011/12 - Chelsea campeão Europeu a praticar um futebol horrivel. Única equipa inglesa que consegue nesse ano passar aos QF
2010/11 - 3 Equipas nos QF e Man Utd na final. Man Utd vulgarizado por super Barça na final
2009/10 - 2 Equipas nos QF. Zero nas meias.

Liga Europa (não vale a desculpa dos clubes ingleses não se interessarem por esta competição... Os alemães, italianos, franceses e espanhois também rodam o plantel):
2014/15 - Zero equipas nos QF da LE. Everton goleado pelo.. Dinamo Kiev 5-2 nos oitavos
2013/14 - Zero equipas nos QF da LE. Benfica passeou frente ao Tottenham nos oitavos. Wigan ultimo num grupo com Zulte Waregem, Maribor e Rubin Kazan
2012/13 - 3 equipas nos QF. Benfica elimina facilmente Newcastle nos QF. Basileia elimina Tottenham nos QF. Chelsea ganha a final injustamente ao Benfica
2011/12 - Zero equipas nos QF. Man City eliminado pelo Sporting nos oitavos.
2010/11 - Zero equipas nos QF. Man City eliminado pelo Dinamo Kiev nos oitavos. Liverpool eliminado pelo Braga nos oitavos. Aston Villa eliminado pelo Rapid Viena no playoff
2009/10 - 2 equipas nos QF. Fulham perde a final para o Atletico. Benfica humilhou o Everton na fase de grupos (5-0 na Luz)

2 Titulos Europeus em 12 edições das 2 provas. Ambos conquistados pela mesma equipa: Chelsea. 


Vamos às selecções?

Mundial 2014 - ultimo lugar no grupo atrás de Costa Rica, Italia e Uruguai (1 ponto realizado... 0-0 com a Costa Rica)
Euro 2012 - Eliminados pela Italia nos QF
Mundial 2010 - Passaram à rasca em 2º lugar, com 5 pontos, num grupo com EUA, Eslovenia e Argelia. Vulgarizados pela Alemanha nos QF 4-1
Euro 2008 - Não passaram a fase de qualificação... Ficaram em 3º no grupo com os mesmos pontos de Israel e atrás da Russia e da Croácia
Mundial 2006 - Eliminados por Portugal nos QF
Euro 2004 - Eliminados por Portugal nos QF

E os jovens? Nao ganham um Euro sub-21 desde 1984. Nunca ganharam um Mundial sub-20

Mundial sub-20:
2015 - Não se qualificaram
2013 - ultimo lugar num grupo com Iraque, Chile e Egipto (épico)
2011 - Ficam em 3º lugar no grupo mas sao repescados para os oitavos. Perdem com a Nigeria nos oitavos
2009 - ultimo lugar num grupo com Gana, Uruguai e Uzbequistao
2007 - Não se qualificaram

Euro sub-21:
2015: ultimo lugar no grupo de portugal
2013: ultimo lugar no grupo da Italia, Noruega e Israel
2011: 3º lugar no grupo da Espanha, Rep.Checa e Ucrania
2009: Perdem a final com a Alemanha... 4-0
2007: Vão às meias finais mas são eliminados pela Holanda


Dá que pensar, não dá? 

Cada milhão gasto por um clube inglês é só mais uma flor no cemitério de talentos em que este país se tornou. 

8 comentários:

  1. E o Chelsea foi campeão europeu com...um treinador italiano. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estava mesmo agora a pesquisar... Sem ser o Alex Ferguson acho que não encontro nenhum treinador britânico que tenha conquistado títulos internacionais na última década.

      Eliminar
    2. As Taças UEFA de 99/00 e 00/01 foram Wenger e Houllier

      Eliminar
  2. Já uma vez afloramos este tema, e concordo com o post, o problema está no treinador, ainda que a comparação com os Italianos... Hum. Acho que já fez mais sentido que hoje em dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens bem presente o (mau) exemplo do Milan.... Itália está a mudar para pior.

      Eliminar
    2. Milan, Inter ou Juve que só se safa pela tremenda qualidade individual que tem, na minha opinião. O Paulo Sousa, do que vi, já deu a primeira aula tática do campeonato.

      Quanto a mim, a vanguarda do treino está na Alemanha no que diz respeito ao trabalho tático e em Espanha no que se refere à ideia de jogo.

      Eliminar
  3. Neste momento os melhores treinadores são portugueses.

    ResponderEliminar
  4. Começo a minha participação por saudar os colegas de painel e por me congratular com o regresso do Bujas à escrita frequente; suponho que tenha ficado sem dedos de tanto roer as unhas a torcer pelo #34, ou embriagado com as exibições do Pistolas, ou rendido à excelência táctica do Jorge (tornado) Judas. Ou todos ao mesmo tempo.
    No fundo, estou para aqui com este paleio quando só queria mesmo escrever Brian Clough.

    ResponderEliminar