sexta-feira, 5 de junho de 2015

Sobre Vieira e Jorge Jesus

Será possível defender Luís Filipe Vieira em todo este processo? Será possível defender Jorge Jesus?

O Bujas tem estado calado mas hoje saltou-lhe a tampa.

Hoje Jorge Jesus é o melhor treinador português. Jorge Jesus mudou o paradigma do futebol português e transformou o Benfica, um clube perdedor nos últimos 20 anos, num clube vencedor. Não foi Vieira que o fez, foi Jorge Jesus. Antes de Jesus já havia Vieira e com Vieira o Benfica tinha ganho 4 títulos (1 campeonato, 1 taça de Portugal, 1 taça da Liga e 1 Supertaça). Com Jesus e em apenas 6 anos, 10 títulos. Estamos conversados sobre os resultados? É preciso falar no futebol praticado ou serão por demais evidentes as melhorias?

Recuando no tempo e observando o passado de Jorge Jesus sabemos que ele é sportinguista de criação. Recuando no tempo e ao dia 26 de Maio de 2013, no Jamor, recordamos Jesus em lágrimas nos descontos, a confusão com os jogadores no final e as cuspidelas (literais) de adeptos benfiquistas nas bancadas enquanto o homem, abatido, subia aquelas infinitas escadas. Recuando no tempo, observamos o presidente Vieira a estender a mão a este homem abatido, a levantá-lo e a iniciarem naqueles dias de Verão um percurso triunfal rumo ao bicampeonato. Vieira, em grande estilo, fazia orelhas moucas aos já habituais burros adeptos benfiquistas e segurava o melhor treinador português. O mérito de Vieira na gestão desportiva nos últimos anos no Benfica, as conquistas, o futebol praticado e o futuro risonho estão à vista de todos os adeptos (ou quase todos, vá...). O que começa a falhar? Vieira. Tal como no passado, Vieira de novo. Vieira pretende mudar uma filosofia vencedora no clube e apontar baterias à formação, desinvestindo no futebol e ignorando as ideias de Jorge Jesus para o futebol. Ao que parece, o pacote de jogadores do Rio Ave e do Belenenses e o Marçal, são contratados sem consultar Jesus. Vieira, que através de DSO e outros, sempre vinha afirmando que o Benfica se destacava dos rivais nas questões financeiras, com a Benfica TV, os patrocínios sonantes e as receitas ao nível dos melhores 20 clubes da Europa, agora dizia que era para desinvestir no futebol e apostar na formação. Vieira, que tinha agarrado na mão de Jorge Jesus em 2013, achava que podia fazer isto tudo e pensar na renovação com o treinador bicampeão só no final do contrato, confiando numa suposta relação de amizade existente entre os dois. 

A isto eu chamo ser-se anjinho. Vieira foi anjinho e foi comido pelo seu homólogo da 2ª circular. 

Jorge Jesus cresceu no Benfica. O Benfica deu-lhe dimensão internacional. O Benfica deu-lhe matéria prima para Jesus poder alcançar títulos para a sua carreira. O Benfica deu-lhe a mão quando ele mais precisou. O Benfica deu-lhe infrastruturas ao nível do treino que ele nunca sonhou ter quando andou perdido por Felgueiras. O Benfica deu-lhe um ordenado colossal. O Benfica deu-lhe o reconhecimento, ano após ano, com condecorações nas galas, com o carinho da maioria dos adeptos e com, claro, o tal ordenado colossal. O que faz Jorge Jesus? Não informa Vieira da aproximação do Sporting. Não dá qualquer chance aos que acreditaram nele, de continuarem a acreditar. Provou uma enorme falta de carácter. Provou ter uma personalidade de merda. Provou ser um fraco sem coragem para, frente a frente, transmitir a sua ideia para o futuro. Vai trabalhar com alguém da mesma estirpe, não que Vieira seja muito melhor, não que Vieira seja flor que se cheire, mas pelo menos do ponto de vista do litígio desportivo e de barracadas com funcionários do clube, Vieira aí parece ser um bocadinho mais honesto do que o seu homólogo. O que fizeram ao Marco Silva, tanto Jorge Jesus - colega de profissão - quanto Bruno de Carvalho, seu presidente, não se faz. 

Acredito que Jesus continuará a ganhar títulos. Tem no Sporting matéria prima para trabalhar e para lhe proporcionar isso. Não tenho dúvidas de que continuarei a admirar o futebol das equipas do Jorge Jesus só que agora a torcer para que percam os jogos. Mas também não tenho dúvida nenhuma de que, num cenário de nenhum título de campeão em 2016 ou 2017, a bomba vai explodir bem na cara de Jesus e de Bruno de Carvalho e o Sporting pode cair numa crise bem mais complicada do que aquela em que se encontrava com Godinho Lopes.

Jesus podia ter sido um herói no Benfica. Agora será para sempre recordado como um ingrato, um cretino, um sem carácter, um cabrãozinho. Os títulos? Esses já cá cantam. Obrigado pelos títulos, Jesus, agora fode-te e vai para o caralho. Quanto a ti, Vieira, abre a pestana que ainda vais a tempo...




4 comentários:

  1. Tenho um feeling que o JJ só aguenta em Alvalade uma época. Primeiro porque vai começar a adaptar jogadores e o Bruno de Carvalho é capaz de não apoiar a ideia da mesma forma que o Vieira apoiava (ou aceitava) e depois porque vai exigir jogadores que o Sporting não tem dinheiro para comprar. O JJ nunca foi conhecido por apostar nos jogadores da formação, e não há-de ser agora que isso vai mudar e o Sporting é o clube que mais aposta na formação. Honestamente, espero que daqui a um ano estejamos todos no marquês a rir-nos disto juntamente com o Marco Silva

    Isto É Peanurs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o Jesus vai ter plenos poderes em Alvalade, ao que parece. Eu mais depressa prevejo insucesso (a curto prazo) ao Benfica do que ao Sporting. Infelizmente é esta a minha visão mas... Mas... Mas espero que tenhas razão e que daqui a um ano estejamos todos no marquês a rir-nos disto e a festejar o tricampeonato!

      Eliminar
  2. JJ ter plenos poderes em Alvalade é algo que me agrada. Ele tomar conta da formação e das contratações. Muito bom.

    Excelente texto. Concordo com tudo excepto com os elogios a JJ mas já nos "conhecemos" nesse ponto.

    Nunca acreditei em Vieira pelo que não sei o que irá acontecer. Acredito que com o ego ferido irá fazer de tudo para mostrar que o sucesso do SLB é mérito dele e, como tal, vai dar ao próximo treinador craques tão bons ou melhores do que deu a JJ. Vai abrir os cordões à bolsa pq não pode correr o risco de não ter sucesso com as eleições à porta. Resta saber se o SLB está em condições desse investimento. Há rumores que dizem que não.

    No scp ou os africanos abrem bem a torneira do dinheiro ou muito dificilmente JJ fará melhor que Marco Silva.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu espero que tenhas razão em relação ao investimento. E espero também que o Vieira dê ao próximo treinador a estabilidade que deu ao JJ. Que isto seja um projecto para várias épocas e não apenas para 1 época... Senão voltamos ao Benfica que existia antes.

      Eliminar