quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Conta aquela, avôzinho! Nº7

O PADRE CALA-SE SE JESUS ESTÁ NA MISSA

"É pá o Ai Vale Bujas agora parece que só escreve para falar do Jesus. Que seca ó pá, já nem escrevo mais o nome desse blogue na minha barra de endereços. Qualquer dia começam-me a bater à porta, com livrinhos debaixo do braço, a perguntar se eu tenho 5 minutos para falar sobre Jesus."
                                                                             Renato do Bruno Aleixo, Coimbra, Janeiro de 2015

Caguei para ti, Renato.

Pois é, o meu avô não tem Alzheimer e ainda se lembra das capitais da Europa todas, incluindo Paris. Além do mais o meu avô não fala só do passado longínquo. O meu avô no Verão passado foi a uma acção de formação de treinadores do Prof.Jorge Castelo e contou-me umas coisas muito interessantes sobre uma intervenção de Jorge Jesus.

Reza a lenda...

... Que o meu avô chegou à acção de formação e começou logo a resmungar.

- Só criançada e este maricas do Jorge Castelo que não diz nada de jeito. Pensa que sabe muito da poda mas não sabe é nada. Alto lá... Que é aquilo ali branquinho no meio da criançada? Tu queres ver que montaram uma barraca de algodão doce ali no meio? Ah não! É o cabelo do... Do... Jorge Jesus! Enorme, Jesus! Vivó meu Benfica. Obrigado, Jorge! Obrigado por teres vindo! Tenho a tarde salva!

Entretanto começa o maricas do Jorge Castelo a brincar com botões no quadro a dizer que estava a apresentar um exercício de 11x10 acção em superioridade numérica:

- Pronto, este é o meu exercício. É básico como a merda mas é meu. Alguém tem dúvidas? Alguém quer falar?

Jorge Jesus não pensa duas vezes e levanta o rabo da cadeira:

- Eu quero! Não estou de acordo com os objectivos deste exercício, falta aí muita coisa. A que minutos foi a expulsão ou lesão? Quanto está o resultado? Para que competição é o jogo? Quem foi expulso ou se lesionou e qual a sua posição? Depois consoante isso logo se vê como ficamos a jogar, agora não é meter aí 10 bolinhas e dizer que agora estamos em inferioridade, ó Castelo! 

O silênciou tomou conta da sala e nem a pantufinha que saiu do rabo do meu avô incrementou os decibéis. A criançada trocava olhares. Jorge Castelo olhava para o horizonte como se sofresse de flashbacks da guerra do Ultramar. Jorge Jesus, esse, continuava a explicar o que pensava sobre o assunto:

- Futebol é espectáculo. Saber defender muito bem é espectáculo. Há equipas que jogam num tiki taka defensivo incrível que têm que ser valorizadas! O futebol é um conjunto de 5 fases e toda a gente fala em 4, toda a gente se esquece das bolas paradas. Toda a gente fala em defender à zona mas há que saber identificar os pontos fortes e fracos do adversário. Se o adversário tiver um jogador com determinadas características, temos que adaptar a nossa defesa a um outro tipo de marcação por exemplo nas bolas paradas.

O meu avô, esse, olhou em volta e encontrou Sérgio Conceição. Foi para lhe dar um aperto de mão por causa das batatas aos alemães em 2000 mas o treinador do Braga estava a jogar Snake no 3310. O meu avô sabe perfeitamente que não se deve interromper ninguém que esteja a jogar snake num 3310, virou costas e foi-se embora.




7 comentários:

  1. Aleluia!
    Caguei para os Renatos desta vida. AVB 4ever.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado meu único fã nº 1 <3 <3 <3 Se eu fosse um clube só te queria a ti como sócio, não precisava de vender kits porque ter-te a ti chegava

      Eliminar
    2. Simão Escuta & Ai Vale Bujas = amor para sempre

      Eliminar
    3. Paneleir.. Ups... Há mais gente a ler isto, pá ;)

      Eliminar
  2. "Jorge Castelo olhava para o horizonte como se sofresse de flashbacks da guerra do Ultramar" ahahah, Tens que voltar AVB o mundo do futebol precisa de ti!

    ResponderEliminar
  3. AVB a presidente da casa do Benfica na Reboleira, da junta freguesia de S. Domingos de Benfica e da associação portuguesa de bloggers. Keep calm, AVB is back!

    ResponderEliminar