terça-feira, 2 de setembro de 2014

Agosto Liga Portuguesa 2014/15

Qual é que é o melhor dia p'ra casar
Sem sofrer nenhum desgosto?
O 31 de Julho porque depois entr'Agosto
                                                               Mestre Quim - mas o cantor, não o guarda-redes


Ficou Enzo. Ficou Jackson. Ficou William. Ficou Fernando Alexandre. Sob o olhar atento de Deus, uma data de casamentos aconteceram em Agosto sem escutar as sábias palavras de Joaquim O Barreiros. Sem ironias, curto e grosso: a Liga Portuguesa é neste momento um dos campeonatos mais fortes do mundo. Bons técnicos que com pouco fazem muito. Bons espectáculos de futebol dentro das 4 linhas, infelizmente não correspondidos fora devido às assistências fraquinhas. Bons executantes. Boa competitividade na luta pelo campeonato, Europa e manutenção. Preços cada vez mais apelativos - a não ser que sejam adeptos de um clube grande. Estão reunidas todas as condições para continuarmos a coleccionar boas memórias, bons paninis, bons momentos com os nossos amigos e para continuarmos a celebrar o espectáculo no nosso jardim da Europa à beira-mar plantado. Gostemos então deste campeonato. Decoremos 11's iniciais. Não falhemos no clube da terra. Abençoemos a Sagres, a Superbock, a Coral, o medronho e a jeropiga. Ergamos a bifana, o courato e o cachorro. Não pontapeemos o gato, o cão ou qualquer outro animal na hora de celebrar o golo... Nem a sogra.

A luta pelo campeonato promete ser interessante. Começando por destacar o Porto, Lopetegui parece-me que vem por bem, parece-me que vem acrescentar qualidade à nossa liga. É um treinador que previligia a rotação no plantel e que tem plantel para isso. Já todos percebemos que Brahimi é um reforço brutal e que Oliver Torres, Tello e Ruben Neves são jovens de grande potencial. Jackson ficou e é o elemento de que o Porto necessita para materializar toda a posse de bola que a equipa gera. O ponto fraco do Porto, mesmo apesar dos 0 golos sofridos em 3 jogos, parece-me claramente ser o centro da defesa. Poderá o Porto perder o título pela falta de qualidade neste sector?

No Benfica a principal notícia é a permanência de Enzo no plantel. É essa a grande contratação aos olhos de todos os benfiquistas. Aos meus olhos há mais que isto. Tenho criticado Luís Filipe Vieira ao longo dos anos e sempre fui dizendo a amigos meus que não acreditava em certas promessas dele. Dizia aos meus amigos "Em Setembro falamos". Pois bem, cá estamos em Setembro e cá estou eu para falar das 2 grandes vitórias de Vieira. A primeira é a manutenção de Jorge Jesus no comando técnico da equipa. Esta aposta na estabilidade é algo que me orgulha imenso enquanto benfiquista. Olhem para o Man Utd sem Ferguson. Como seria o Benfica 2014/15 sem Jesus? Impossível não dar valor à permanência do principal obreiro de todo este Benfica. A 2ª vitória é a manutenção da base da equipa que nos deu os títulos no ano passado. Sim, a base continua cá: Luisão e Maxi, Fejsa e Enzo, Gaitan, Salvio e Lima. Fez-se dinheiro com vendas e conseguiu-se mesmo assim não desmembrar totalmente o 11 inicial, algo que permite às novas contratações maior conforto na hora da integração. Seria possível criticar a não contratação de um ponta de lança ou de mais um defesa central mas sinceramente não alinho por esse diapasão. Derley é um bom avançado e ou se contratava alguém que pudesse de facto fazer a diferença (num investimento de vários milhões) ou então não valia a pena contratar só porque sim. Não conseguindo Abel Hernandez ou Campbell há que rentabilizar Derley e Nelson Oliveira. Não há drama nestes dossiers. O plantel está fechado e é forte o suficiente para lutar pelo título ou para pelo menos aguentar na luta até Janeiro, altura em que se pode novamente ir ao mercado para conseguir o bocadinho que falta para se ser campeão.

O Sporting conseguiu fazer regressar a casa um jogador de classe mundial. Nani é a contratação mais sonante de todo o campeonato. A equipa do Sporting está bastante forte do meio-campo para a frente mas apresenta uma defesa que não tem nível para jogar na Champions ou para discutir um campeonato nacional. Se Marco Silva fizer evoluir esta defesa, na minha opinião, é um herói e um génio. Mas há esperança em Alvalade. Primeiro que tudo porque William não foi vendido, em segundo lugar porque há Paulo Oliveira e em terceiro porque ainda poderemos observar Rabia. Paulo Oliveira é o melhor central do Sporting e não deve demorar muito tempo até Marco Silva perceber isso. Rabia é uma incógnita mas vem com melhor cotação que Maurício ou Sarr. O Sporting foi, na minha opinião, dos 3 grandes, o clube que menos futebol apresentou neste início de época. Dentro de duas jornadas recebe o Porto e esse jogo pode ditar muito do futuro do clube neste campeonato. Será Marco Silva capaz de perceber rapidamente as operações necessárias para afinar esta defesa a tempo de não perder o campeonato antes de Janeiro? Cá estaremos para ver.