terça-feira, 17 de junho de 2014

MUNDIAL 2014 - Grupo F 1ª Jornada


GRUPO F - 1ª Jornada

Argentina 2-1 Bósnia - Querem ler uma história engraçada sobre o Sabella? O Sheffield United teve a possibilidade de contratar o Maradona ao Argentinos Juniors em 1978, mas o seu treinador Harry Haslam decidiu que o puto era demasiado caro e que mais valia ir buscar o Sabella ao River Plate por 160 mil libras. Acho que esta decisão ditou o futuro de um clube que na década de 70 e 80 foi da Premier League até à 4ª divisão num piscar de olhos. E isto interessa porquê? Ora, amigos, a Federação Argentina também podia contratar (quase) qualquer treinador do Mundo mas optou pelo Sabella. Resultado? Vamos lá jogar contra a Bósnia com 3 centrais (ou 4, se considerarmos o Rojo)! Nem sabem como ganharam este jogo. Uma chouriçada que dá em auto-golo do Kolasinac e um lance do ET Messi. Pelo meio? Uma enxurrada de cocó táctico proveniente da cabeça do Sabella. Na 1ª parte um 5-3-2, na 2ª parte um 4-4-2 losango. A organização ofensiva da Argentina normalmente resultava em jogadores a 20 metros de distância uns dos outros com o portador da bola sem um único apoio. Defensivamente, apesar da quantidade de defesas, a Bósnia entrava como queria no último terço, tendo naturalmente dificuldades em zonas de finalização. Foi uma enorme decepção e estes 90 minutos fazem-me perder toda a esperança na Argentina para ser campeã do Mundo. Não é cedo para tirar conclusões: Sabella é um criminoso e merece ir para a prisão do futebol aka Zenit de São Petersburgo. O que fez a esta selecção de astros não se faz.

Irão 0-0 Nigéria - Temos que assinalar o dia em que o Guarda-Redes suplente do Sp.Covilhã foi titular num Mundial. Alireza Haghighi é o seu nome. Fica para a história e vamos tentar recordar o seu nome para sempre. O jogo é que vamos tentar esquecer rapidamente. Foi o pior jogo do Mundial até agora mas ao menos serviu para provar que treinadores portugueses também conseguem conquistar pontos. Obi Mikel provou que não pode ser titular indiscutível, fez uma exibição a roçar o patético, completamente abafado por Nekounam e Teymourian, os músculos da selecção iraniana. A entrada inicial da Nigéria ainda prometia abalar as fundações iranianas mas não houve bomba que rebentasse com as redes do Haghighi! Agora resta a ambos discutir com a Bósnia a 2ª vaga ou então esperar que Sabella continue a fazer porcaria para, quem sabe, uma destas selecções poder roubar pontos à toda poderosa albiceleste.

4 comentários:

  1. Foram 5 centrais se contares com o Mascherano...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem visto, mas pronto, o Mascherano só passou a central no Barça se bem me lembro. No Corinthians, Liverpool, selecção sempre o vi a trinco... É uma parvoíce do Sabella de qualquer forma

      Eliminar
  2. Fez lá falta o Enzo para fazer a ligação defesa-ataque... Sabella para Azkaban, já! E imaginar o nosso JJ no comando desta seleção, hein?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é por ser do Benfica mas é mesmo de bradar aos céus preferir o Maxi Rodriguez ao Enzo. Só mesmo não tendo visto futebol em 2012/13 e 2013/14... O JJ com a Argentina era goleada atrás de goleada aos adversários :\

      Eliminar