quinta-feira, 15 de maio de 2014

EUROPA League Final 2013/14

Benfica 0-0 (2-4AGP) Sevilha

Termina o sonho europeu do nosso clube e para o ano o Benfica estará de regresso à estrada em busca da 11ª final. Para o ano, em vez de um cadillac cabriolet a espalhar magia pela marginal pede-se uma Harley Davidson bad to the bone, eficiente, puro músculo. Cuidado é com o Carriço e com o Rakitic. Se ouvem falar em Harley Davidson cheira-lhes logo a cabedal, bigodes e pelos no peito. Estas malucas adoram isso - imaginário YMCA.

Neste jogo em vez de perguntar "ai vale bujas?" convém perguntar "ai vale pântanos?". É que o Beto parece que jogou ali com um pântano à frente da sua baliza o jogo todo. Faz-me lembrar um episódio do He-Man em que o Orko perde um medalhão de ouro num pântano e depois quando o vai tentar recuperar o Skeletor começa a acordar os monstros do pântano para fazer mal ao He-Man. O M'bia aparece aos 7:30 no vídeo. Digam-me lá se não é igualzinho. O monstro M'bia, a pedido do rabeta Carriço, até tentou levar um bocadinho do rabo do André Gomes para o balneário. Só não conseguiu porque estava tudo bem coladinho, ao contrário do rabo do Carriço que já deve estar uma desgraça a esta hora do dia.


Mas voltando ao pântano. Convém dizer que o Benfica criou muito mais oportunidades do que o Sevilha. Por que raio é que a bola nunca chegava à baliza do Beto? Pântano e hímen Carriço (uma criatura do pântano). Havia sempre uma perna, um tufo de relva, um ressalto que faziam a bola desviar-se da sua morada. Mas também, diga-se, o Unai Emery foi muita espertalhão ao meter a criatura do pântano Carriço ao lado do monstro M'bia. Não é justo jogar com um hímen de bolas, um polo atraente de esferas e varas para desviar o perigo do polo oposto residente na baliza do Beto. Enfim. Rua, Jorge Jesus! Se o Jorge Jesus tivesse prestado atenção às aulas de físico-química em vez de estar a fazer esboços de tácticas do arco da velha hoje o Benfica tinha mais uma taça no museu Cosme Damião.
Mas amigos, se o Sevilha jogou com as criaturas do pântano do He-Man à frente da baliza o Benfica também jogou os seus trunfos. Apresento-vos André "Black Knight" Gomes. O Black Knight tinha uma função: não deixar o inimigo passar a ponte. O André Gomes também tinha a mesma função: não deixar o inimigo passar do meio-campo. O André Gomes tentou. Perneta, maneta, completamente inválido. Ele tentou! O inimigo, esse, passou a ponte, tal e qual como no Holy Grail dos Monty Python.


Mas pensam que os trunfos do Benfica acabaram aqui? Não senhora! Deixem-me apresentar a maravilhosa dupla dumb and dumber do ano: Rodrigo e Cardozo! Enquanto chamo dumb and dumber ao Rodrigo e ao Cardozo, escrevendo isto com a mão direita, a minha esquerda está-me a esmurrar a face e a dar estaladas. Achei que era uma penitência. Não é, de todo, a penitência suficiente por lhes chamar dumb and dumber, mas é melhor que nada. Prometo que começo a cortar pontas dos meus dedos se os remorsos não passarem entretanto. Vejam lá se esta cena não vos faz lembrar a marcação de grandes penalidades que ocorreu nesta final. 


Estou a brincar... As grandes penalidades foram assim:

(Beto é o gajo que vai a correr de braços abertos / Cardozo e Rodrigo o gajo que foge para dentro de casa)


10 comentários:

  1. Boas AVB,

    Mas foi azar? ou devemos culpar jogador x ou a abordagem ao jogo/substituições por parte do Jasus?
    Eu sei que tens opinião formada ;)

    Cumps!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi futebol.

      O Jesus não tinha banco. Fez o que tinha a fazer na preparação da equipa e isso ficou comprovado com o nº mais que suficiente de oportunidades que tivemos para finalizar. O Lima e o Rodrigo estiveram desinspirados. O Gaitan dava sempre um toque a mais ou com demasiada força. O Sulejmani, que entra bem no jogo, lesiona-se. Foi tudo a ajudar o pai que é ceguinho.

      Não culpo ninguém pelo que aconteceu. Também não culpo a sorte. Futebol é assim.

      Abraço

      Eliminar
    2. Mas também muita desinspiração ou talento a sair a jogar em transição ofensiva, impressionante a distancia entre jogadores em partes do jogo. "Erros" que não tinha visto o SLB fazer esta epoca. Enzo é insubstituivel e isso mete medo, ou melhor talvez tivesse preferido ver almeida a trinco e ruben box-to-box mas isto agora é facil falar mas nao achei credivel Gomes ter estado 120m em campo naquela posição, logo depois do jogo estar partido como esteve no final dos 90m, antes do prelongamento. Não tinha banco é um facto mas...epa...é lixado

      abr

      Eliminar
  2. Tanta conversa com o Carrilho, cá para mim ainda deves andar a tirar as pevides do Melão do cagueiro...tu e o Calado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não consigo conversar com o Carrilho porque normalmente ele é substituído antes de eu acabar de dizer boa tarde...

      Se estás interessado no que eu cago posso enviar-te uma fotografia da próxima vez que for à casa de banho. Há gostos para tudo, não quero que te falte nada.

      Eliminar
  3. O Cardozo e o Rodrigo depois dos penalties: "Ai Vale Bujas?" xD

    Cumps

    ResponderEliminar
  4. Acho que o André Gomes, quando voltar a casa dos pais, no domingo, vai rever a final de Turim que a mãe com tanto carinho gravou na box e vai ter um baque. Vai decidir abandonar o futebol e tirar um curso superior, tipo engenharia de qualquer coisa ou assim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Escreve esta! Podes atirar-ma à cara daqui a uns anos. O André Gomes vai ser um jogador de classe mundial. Aqueles pés não enganam. Ele é inteligente e tem muita vontade, tem 19 anos e as cenas que viste ontem são normais num gajo que fez poucos jogos neste nível e sob aquela pressão. Mandei-lhe uma mensagem de apoio ontem e o puto, humildemente, agradeceu.

      Eliminar
    2. por acaso tem 20 mas não interessa, ainda tem muitos anos pela frente.

      Eliminar