sexta-feira, 28 de março de 2014

Fernando na selecção? NÃO!

Ponto prévio: a selecção poderia alinhar com 11 Pepes (odeio o Pepe) que eu continuaria a gritar golo da selecção.  Admito que não grito golo de Portugal da mesma forma que grito um golo do Benfica. Não consigo explicar porquê. Apenas é assim que acontece.

Surgiram ontem notícias sobre a chamada de Fernando à selecção nacional para representar Portugal no Mundial. Confesso que fico incrédulo com tudo isto.

Em primeiro lugar - e mais importante que tudo - há que ponderar os motivos que fizeram Paulo Bento mudar de ideias. Sim, mudar de ideias. Em Março de 2011 Paulo Bento dizia, no Pontapé de Saída na RTPN, "Por minha opção, mais nenhum novo jogador naturalizado será chamado para a seleção. Não convocarei novos naturalizados".


Para começarmos a ponderar sobre os motivos convém relembrar quem é o presidente da FPF. Quem é Fernando Gomes? Quem é o Nandinho das facturas?


Em Janeiro deste ano Fernando era um jogador insatisfeito e em final de contrato. Tudo apontava para um transferência para o Manchester City por valores muito abaixo da cláusula ou, caso contrário, o normal seria Fernando sair no final da época, a custo zero, para um clube qualquer. Seria normal se esta situação ocorresse num clube normal. Mas o Porto não é um clube normal. Pinto da Costa conseguiu não só segurar Fernando até ao final da época como renovar até 2017. Surreal? Não! Que ideia!

Então o que terá feito Paulo Bento mudar de ideias quanto aos naturalizados? Terá sido a questão desportiva? Terá sido o enorme valor desportivo que Fernando acrescenta à selecção? Fernando é inquestionavelmente um grande jogador mas... Então e o William Carvalho?



A questão Fernando na selecção poderia ter passado debaixo do radar não fosse a época que William Carvalho está a fazer ao serviço do Sporting. William Carvalho é neste momento aquele que deveria ser assumido, sem medos, como titular da selecção. Se não existissem fantochadas e se não existissem marionetas - empresários, dirigentes e uma FPF repleta de corruptos - William seria o titular e Miguel Veloso o suplente. Ponto final parágrafo.

E porquê parágrafo? Será que não fica já arrumada a questão desportiva da coisa? Será que William Carvalho não esgota todos os argumentos que poderiam levar ou não Fernando ao Brasil? Não, não esgota. São ambos enormes jogadores mas a questão que na minha opinião arruma mesmo com a desculpa esfarrapada do valor desportivo é, sem sombra de dúvidas, Lima.

Eu sou contra a chamada de Fernando à selecção. Também sou contra a chamada de Lima à selecção. Mas... Se Fernando vai para jogar na posição 6, então porque raio é que o Lima, numa selecção que tem convocado o Edinho, não conta para a posição 9? Não cheira a esturro? A mim cheira. Cheira-me muito a queimado nesta selecção. Com Postiga completamente fora de forma e praticamente sem jogos em 2014, com Eder lesionado e Nelson Oliveira oscilando imenso em toda a época, será que a posição mais deficitária não será a de ponta de lança? Porque será que Fernando é urgente e Lima não? Será Fernando uma prioridade na selecção? A resposta é óbvia tendo em conta tudo o que é ponderável.

Em último lugar há a salientar que Fernando já representou a selecção sub-20 do Brasil, tendo inclusive ganho o campeonato sub-20 sul-americano. Neste torneio ele agrediu um árbitro, agressão que lhe valeu 1 ano de suspensão e a exclusão até hoje de todas as selecções canarinhas.


Mas para desanuviar e continuando no tema do Mundial 2014...

Ouvi hoje no telejornal da RTP que os árbitros vão utilizar uma inovação tecnológica (!!!) nos jogos! Um spray para auxiliar na marcação de livres (!!!)

Apresentamos aqui, em primeira mão, esta tremenda... "inovação"

 


10 comentários:

  1. Li algures que o Fernando só renovou com o Porto depois de lhe pagarem um prémio de assinatura pornográfico, um aumento substancial de ordenado e ainda a garantia de ser convocado para o Brasil 2014. Esta garantia teria sido dada a PC por Jorge Mendes.
    Curiosamente, ou talvez não, imediatamente após a renovação começaram a surgir indícios da sua chamada à seleção. (jornais, canais de televisão, internet)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Li o mesmo e já me foi também confirmado por amigos do Porto. O que revolta é que isto é mesmo à descarada. A selecção não precisa de mais médios defensivos e o Fernando se for ao Mundial é a prova descarada da influência do PdC na FPF. Influência que já vem de há muitos anos.

      Eliminar
    2. Acho que o Paulo Bento vai convocar os dois (Fernando e William) para não dar muito nas vistas e não criar muita celeuma nos adeptos.

      Eliminar
    3. pois, só que o Miguel Veloso foi titular em todos os jogos do apuramento...

      Eliminar
  2. William > Fernando > Miguel. O Miguel tem a vantagem de estar entrosado e poder fazer a posição de DE (a médio defensivo ficará completamente tapado). Fernando é um bom jogador. Um porco, mas um porco bom jogador. No entanto, não sendo um fora-de-série (Deco e Pepe eram aquando a sua primeira convocatória), não deveria ser convocado, na minha opinião. Nem ele nem Liedson.

    Mas a partir de que o precedente foi aberto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim, concordo que o Fernando é bom jogador. Mas porque raio é que num país de futebol se têm que naturalizar brasileiros para a selecção? Ganhar a todo o custo? Manter um qualquer estatuto? Eu sou completamente contra a naturalização de jogadores mas se o fazem então que sejam coerentes. O nosso principal problema é a posição de ponta de lança e para essa posição há a possibilidade de se naturalizar português o Lima. Essa posição não é tomada porque não há negócio, não há interesse, não há forma de lucrar indirectamente com o Lima. Com o Fernando há interesses, há negócio, há promessas, há o nojo que oleou as engrenagens do futebol nas últimas décadas. É isso que me revolta porque eu, apesar de tudo, continuo a gostar de ver a selecção jogar. Estou ansioso pelo campeonato do mundo e incomoda-me ter que gramar com o Pepe... Quanto mais com o Fernando

      Eliminar
  3. Estamos muito longe de ter um futebol limpo em Portugal, país dos chicos-espertos, seja no desporto, seja na politica...
    Se calhar temos o que merecemos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O quê? Chicoespertice na política? Isso é tudo uma cabala! Eles são todos absolvidos!

      Eliminar
  4. Bujas, subscrevo na íntegra o teu post, faço apenas uma observação: o Pepe, por muito que não gostes dele (e ele dá-nos muitas razões para tal), é um caso à parte. Ele sempre manifestou o desejo de ser português, casou com uma portuguesa, até se esforçou para camuflar o sotaque e sempre deu tudo com a camisola da Selecção, bem mais do que muitos portugueses do território continental. Cada caso é um caso e o Pepe já fez muito para beneficiar de um regime de excepção.

    Já relativamente ao Fernando... É ridículo. E tem o Paulo Bento a fama de ser um tipo de postura vertical, olha se não tivesse...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ok, o Pepe é um caso especial, concordo. Eu não o odeio por ser brasileiro e se ter naturalizado português. Odiar é uma palavra um bocado forte... Eu não gosto do Pepe porque acho que tem atitudes completamente intoleráveis para com colegas de profissão. A lista de agressões é extensa. É um jogador que não consigo apreciar, apesar de toda a entrega ao jogo e de todas as qualidades enquanto jogador que tem. Mas compreendo a sua convocatória. É o melhor central "português" neste momento.

      Eliminar