quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

20ª Jornada 2013/14

Académica 0-0 Nacional - Eu acho que o Manuel Machado bebeu demasiada poncha na semana passada e confundiu Turim com Coimbra. Mas ele tem desculpa. O Salvador Agra é assim baixinho como o Giovinco e o Marchisio, são fáceis de confundir. O Makelele é preto como o Pogba e o Rafael Lopes lá muito ao longe até parece o Llorente. Mas quem a Juventus não tem é um Djavan (porque jogam com 3 centrais)! É um perigo tão grande que o Manuel Machado resolveu jogar com o João Aurélio a marcá-lo e com o Zainadine para fazer as dobras, não fosse o diabo tecê-las! Enfim, o Nacional fez um jogo patético, para o pontinho, a Académica merecia ter vencido e só não venceu porque o árbitro errou ao invalidar um golo ao Moussa Gueye. Sérgio Conceição tem aqui uma equipa muito bem montada que justificava a luta pela Europa nesta altura. 

Braga 2-2 Arouca - Dabo e Nurio. Micael e Luiz Carlos. Duas duplas maravilhosas que deixaram magia neste jogo. Cada vez que o Dabo tentava uma acção defensiva inteligente nascia um malmequer no Japão. A técnica de Ruben Micael faz-me lembrar a técnica do Zidane dentro dum tupperware depois de 1 hora num micro-ondas a 1200W. Mas nem tudo foram azares em Braga. Houve um senhor a sair cheio de sorte, chamado Jesualdo Ferreira, que foi posto a andar do clube e que pode agora ir amealhar petrodólares para as arábias enquanto se diverte pela televisão às exibições de Luiz Carlos e companhia. O Arouca comprovou neste jogo a subida de forma e aproveitou também muito bem as subidas de Dabo pelo flanco, matando o jogo pelo lado do lateral pé de barrote, enquanto jogava em superioridade numérica pela expulsão de Nurio. Pedro Emanuel, um especialista em alpinismo classificativo, tem aqui uma equipa disciplinada, cheia de vontade e perigosa no ataque.

Salvador escolheu Jorge Paixão para substituir Jesualdo Ferreira. A única coisa que sei é que o Paixão treinou o Bebé, João Moreira e Abel Camará no Estrela da Amadora. Com um bocado de sorte começamos a ver livres e pontapés fulminantes rumo à bandeirola de canto. Também sei que o homem estava a fazer uma época em condições no Farense. Mas com o Hassan, Punisic e Hajry também eu...

Rio Ave 1-2 Sporting - Ser adepto do Sporting é uma aventura infantil. Lembram-se daqueles livros que havia, os "Arrepios" de RL Stine? Noites e noites sem adormecer não fosse o Mauricio aparecer debaixo dos lençois! Não é pelo susto, é pelo cheiro a vinho e tabaco que incomoda. Pelo sim, pelo não, continuo a preferir lavanda. Foi assim este jogo do Sporting. Um futebol arrepiante na 1ª parte, com Diego Lopes no papel do vampiro que sugava o sangue do pescoço do leão. Na 2ª parte e com o golo do Rio Ave surge o já tradicional plano B, ghostbusters Slimani e Carlos Mané em campo e a vitória na máquina dos fantasmas. Caça fantasmas a bombar numa noite de Arrepios! Por falar em fantasmas, viram por aí o Montero?

Benfica 1-0 Vitória de Guimarães - Uma vergonha. Vi hoje a Quercus a buzinar na praia porque "ai ui, vem aí o mar, continuem a fazer mal à natureza que depois vão ver". Palavras sobre a desumanidade de Markovic? Zero. O Hitler mete uma data de judeus no forno cai o Carmo e a Trindade. O Markovic pratica crimes contra a humanidade e não vejo nem um indignado neste país. Isto é tudo um cambalacho, que a comunicação social continua a escamotear, para dar o título de campeão ao Benfica. E por falar em desumano: ai agora já vale desenterrar o D Afonso Henriques para ganhar jogos? Um central lesiona-se e passados 5 minutos temos figuras históricas no relvado. Acho que o Sporting devia começar a usar também a Padeira de Aljubarrota no lugar do Montero e o Porto a usar o Al Capone... Ah... Esperem...

Olhanense 2-1 Gil Vicente -  Começo por dizer que este jogo foi a estreia de Pedró a titular no Gil Vicente. E esta alcunha? Pedró? Isto é o quê? Chamavam-lhe o Pedroquinhas e fartaram-se do quinhas? Adiante. O jogo começou praticamente com o Obodo a mostrar todo o seu amor à primeira divisão lusitana. Tanto amor que ele até quis levar um bocado do lábio do Hugo Vieira para casa. Olhanense com 10, Obodo expulso, mas calma porque no Gil Vicente estava o Pecks a jogar no lugar do Luan e o Pedró a ser Pedroquinhas! Resultado? Domínio algarvio e chances para o Olhanense. Na 2ª parte e quando o Gil Vicente começava finalmente a dar sinais de reanimação eis que surge o centralão Halisson a cometer uma falta à entrada da pequena área e a ser expulso. Pumba. Já foste. Mas pensam que a emoção acabava com o golo do Olhanense? Desenganem-se! O Hugo Vieira recebeu um passe espectacular na direcção do buraco defensivo Kroldrup e empatou, depois aos 90 surge um buraco negro que deveria ter sido preenchido pelo corpo celeste de Gabriel ou Pecks e pumba, 3 pontos para o Sr Galderisi. Lindo. Futebol espectáculo, obrigado artistas!

Marítimo 2-0 Belenenses - Os lisboetas foram ver o fogo de artifício à Madeira. O Kay estava tão feliz e agradecido por estar de férias na ilha do Sr Alberto João que até resolveu oferecer um golo ao Theo Weeks. Tanta cordialidade. Sabem quem é que devia ter visto? O Professor Zualdo. Quando os laterais são todos cepos, Prof.Zualdo, usam-se centrais. Sabem com quem se aprendeu isto? Jupp Heynckes. Benfica 1-0 Salgueiros: Tahar, José Soares, Paulo Madeira e Sérgio Nunes. Não é todos os dias que se ganha à equipa do Cândido Costa! Portanto, voltando ao jogo, Pedro Martins a jogar com um central adaptado a lateral, no mês de Fevereiro sofre apenas 1 golo e a equipa entra para o último terço ainda a lutar pela Europa. O Belenenses está com um grande problema: a forma de Miguel Rosa. O rapaz anda a passar completamente ao lado deste campeonato e vai precisar de dar corda aos sapatos para salvar o seu Belém da descida.

Vitória de Setúbal 4-0 Paços de Ferreira - Titanic. A Kate Winslet é o Paços e o DiCaprio é o Tony. Estão a ver o Tony a agarrar no Paços na proa do navio e o Paços a estraçalhar-se todo contra um iceberg? Foi assim este jogo. Outra forma de ver o jogo é a orquestra a afundar-se com o Titanic, só que aqui a defesa do Paços não foi bem uma orquestra, foi mais um rancho folclórico e o Tony a minhota que berrava mais alto. Com o Titanic afundou-se o Calisto e agora vem aí o Jorge Costa, qual viking por entre as gélidas águas, tentar fazer uma jangada à pressa para levar os sobreviventes até destinos tropicais. Vamos ver. Eu, sinceramente, ainda acredito que se safem, nem que seja às custas do zombie Luan e do Gil "Walking Dead" Vicente. 

Porto 0-1 Estoril - Estoril... Praia. Alguém que explique à gunada do Dragão que na praia estendem-se toalhas, não se estendem lençóis brancos. Se estenderem lençóis brancos depois acordam de manhã com areia na virilha, que é a parte mais chata de ir à praia. Mas pronto, antes areia na virilha do que o Josué a passear lá por casa a meter valores no bolso ou a acelerar com o carro em ponto morto num semáforo vermelho. Anda muita gente já a dizer que o Paulo Fonseca fez com que o Porto chegasse ao fim do ciclo. Olhem, amigos, sorte tem ele, a última vez que um treinador chegou ao fim dum ciclo no Porto foi com o Octávio Machado e hoje em dia, este senhor, tem uma bela plantação de alfaces em Palmela! Preferiam ter uma plantação de alfaces em Palmela ou o Josué a fumar droga com os amigos à porta do prédio? Se calhar preferiam antes ter o Pinto da Costa a fazer de polícia sinaleiro no cruzamento mais próximo de vossa casa? Preferiam? Pensem bem. Já chegaram agora à conclusão que iam acordar muitas vezes ao Sábado de manhã com o som de chapa com chapa? Pois é.




2 comentários: